O Jogo Mais Difícil do Mundo [The World’s Hardest Game]

Ontem um colega aqui do trabalho me mandou um link de um jogo hospedado no UOL Jogos: O Jogo Mais Difícil do Mundo. Numa breve descrição, você deve controlar um quadrado vermelho através de um cenário, onde você deve evitar encostar nas bolinhas azuis, pegar as bolinhas amarelas (se houver alguma) até alcançar a saída (área verde). A sua pontuação depende da quantidade de vezes que você morre até completar todos os cenários (30), quanto menos vezes você morrer, maior a colocação que você consegue.

Parece simples, certo? Então vamos fazer assim, você vai lá, joga um, pouco e depois volta aqui.

[English text follows]

Já de volta? Então vamos lá.

Eu cheguei, até agora, no nível 6, e resolvi parar para escerver sobre ele. O jogo demonstra um cuidado interessante no level design, que é a parte principal deste tipo de puzzle (e também de quase todos os outros tipos de jogos, na verdade), mas um detalhe me chamou bastante a atenção depois de um tempo: a tentativa (muitas vezes eficiente) de convencer o jogador de que o nível é difícil, mesmo antes dele começar a jogar.

Outro detalhe, a música. Com uma batida rápida e ritimada a música lembra um batimento cardíaco acelerado, o que desperta em nós a sensação de ansiedade. Em outras palavras, você vai estar sempre tenso e mais propenso a falhar. Antes do quinto ou sexto nível é sugerido ao jogador que ele pense um pouco antes de começar a jogar o nível, e que analise bem as possibilidades de deslocamento.

Alguns podem dizer que este tipo de informação quebra a imersão do jogador (por sinal, logo mais pretendo publicar um post sobre o assunto) mas este pequeno jogo demonstra que nem sempre uma imersão de 100% é necessária, e que um game design bem feito e acabado garante uma ótima experiência.

Em tempo, o estúdio responsável pelo jogo chama-se Snubby Land, e lá no site deles é possível ver a sua lista de jogos, inclusive a sequência deste jogo o The World’s Hardest Game 2.

Yesterday a fellow worker sent me an interesting link of a game called The World’s Hardest Game. In a brief description, you have to move a red square through a series of levels trying to reach the exit (green areas) while avoiding the blue dots, and collecting the yellow dots when available. Your score is based on how many deaths you have, the least deaths the highest is the ranking (but you have to complete all of the 30 levels in order to enter the high score).

Sounds simple, doesn’t it? Let’s do it this way, you go try it out and then come back so we can continue. Shall we?

Back already? Then let’s move on.

I’ve reached level six up to now, and decided to set it aside a little and come here to post about it. Its level design is really well polished and it’s the core of this puzzle (actually the level design is the core of almost every kind of game) but another detail grabbed my attention after a while: the attempt to lure the player (efficiently most of the times) into feeling the game is hard even before the player gives it a try.

Another detail, the music. Using a fast-paced beat, that resembles the human heart-beat, the background sound causes the player to feel anxious and tense. That way he will be prone to making mistakes, thus rising the difficulty level. Still, before the fifith or sixth level the user is informed that he should give it a hard-thought before entering a new level, analyzing the possible moves and trying to trace the best route.

Some people may argue that this kind of information breaks the immersion but this little game demonstrates that an 100% immersion isn’t always a good call and that a well-crafted and polished game design can still guarantee a delightful experience.

Finally, the game was developed by Snubby Land studios, and on their website you can find out their other games, including the sequel to this one, The World’s Hardest Game 2.

Advertisements

7 Responses

  1. Poxa… muito difícil comentar algo no teu blog… Poxaaa… tinha q ser tudo em Inglês? huahuahau.

    Beijo prá tu!

  2. Muito interessante o post. Realmente eu não tinha percebido as coisas que podem estar por trás destes jogos.

  3. @Lila: Aahhh, nem é mais, agora é bilingue! :oP

    @Douglas: Pra você ver o quanto que vale um game design bem feito. :o)

  4. eu cheguei no nivel 26

  5. é pessoal acabei de zerar esse tal jogo mais dificil do mundo

  6. nada que um copo de café um pouco de paciência e umas 4 horas jogando não resouva …!!

  7. cheguei até o nivel 29 dai fica dificil pra caramba,tbm é o jogo mais dificil do mundo ,vlw galera

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: